Videos

Loading...

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Pessoas...

Novamente me pego pensando nas pessoas, uma arte pouco respeitada, já que seres tão complexos não podem ser definidos com palavras.
Porém há uma contradição nesse rápido raciocínio que elegem tais criaturas como donas dessa grande casa azul e esférica.
Talvez ao serem chamadas "pessoas", automaticamente cria-se uma impressão de imprescindíveis.
Há também uma teoria que define as pessoas como: seres vivos diferenciados e de domínio impossível...
Mas em toda essa vontade de expressionismo, não quero complexar as pessoas.
Digo apenas que para mim, essa mesma geração individualista que comanda o mundo pode ser substituída; do mesmo jeito que o gostar é algo passageiro e só o amor é eterno.
Palavras vulgares a algumas dessas mesmas pessoas, misturadas à outras...
Não sei o que assusta mais agora,a verdade cruel ou a omissão presente em todos nós...sabemos o tudo e o nada.
Resta resumir que somos todos muito iguais e ao mesmo tempo diferentes.
Queremos as mesmas coisas e conseguimos de maneira diferentes...
Quase tudo passa... quase sempre há sentimento nossa única certeza é dúvida! Milla Temotheo. 02/10/2007, relembrando* 

Nenhum comentário:

Postar um comentário